Aviso: Antes de conhecer este negócio, vale ressaltar que os tópicos a seguir não fazem parte de um Plano de Negócio e sim do perfil do ambiente no qual o empreendedor irá vislumbrar uma oportunidade de negócio como a descrita a seguir. O objetivo de todos os tópicos a seguir é desmistificar e dar uma visão geral de como um negócio se posiciona no mercado. Quais as variáveis que mais afetam este tipo de negócio? Como se comportam essas variáveis de mercado? Como levantar as informações necessárias para se tomar a iniciativa de empreender?

O agronegócio de flores e plantas ornamentais vem se expandindo no País, um dos aspectos que contribui para a expansão são as condições climáticas do Brasil que favorece o cultivo de flores de clima temperado e tropical. Em função dessa diversidade climática é possível produzir internamente flores, folhagens e outros derivados, todos os dias do ano a um custo reduzido. Esta expansão também se deve a medidas que vem sendo adotadas pelo poder público e iniciativa privada. Segundo Buainain e Batalha (2007), uma dessas medidas é a adoção de políticas específicas para o setor, cujos resultados embora modestos, têm gerado ocupação, renda e divisas para o País. 

A floricultura vem se consolidando como uma atividade econômica relevante, porém o principal aspecto deste segmento é o seu lado social. O agronegócio de flores e plantas ornamentais é uma atividade dominada por pequenos produtores rurais o que contribui para uma melhor distribuição de renda.

A capacidade de geração de ocupação e renda da floricultura é muito grande, emprega aproximadamente 210 mil pessoas, sendo 28% na produção, 4% no atacado, 65% no varejo e 3% nas atividades de apoio. Entre as culturas agrícolas, a floricultura destaca-se por empregar, em média8 funcionários por hectare (IBRAFLOR, 2013).

A diversidade de clima e solo tem possibilitado ao Brasil o cultivo de diversas espécies de flores e plantas ornamentais, de origens nativas e exóticas, de clima temperado e tropical. A produção brasileira está assim dividida: flores de corte, flores de vaso, sementes, plantas de interiores, plantas de paisagismo e folhagens.

Nesta “Idéia de Negócio” serão apresentadas informações importantes para o empreendedor que queira produzir Flores e Plantas Ornamentais.

Este documento não substitui o Plano de Negócios, que é imprescindível para iniciar um empreendimento com alta probabilidade de sucesso. Para a elaboração do Plano de Negócio, consulte o Sebrae mais próximo.

 

Fonte: SEBRAE

 

Compartilhe com seus amigos